conecte-se conosco

Decreto

Prefeito Arthur Virgílio decreta que passageiros só poderão trafegar sentados

Publicado

em

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, está tornando mais rigorosas as regras de circulação de pessoas na cidade para evitar novos contágios de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, que já tem aproximadamente 2,5 mil casos confirmados.
A partir de agora, os ônibus do transporte coletivo só podem circular com a capacidade máxima de passageiros sentados e sempre que possível com janelas e alçapões de teto abertos para melhorar a circulação de ar no veículo.
O decreto nº 4.811 foi publicado na edição de quarta-feira (22), do Diário Oficial do Município (DOM). O embarque de passageiros deve ser controlado pelo motorista respeitando a capacidade máxima de passageiros sentados.
“Essa é mais uma medida que adotamos para evitar a aglomeração de pessoas e mais contágios do coronavírus. Nosso sistema de saúde está em colapso, nossos cemitérios estão em colapso. Temos que atuar na prevenção de novos casos de Covid-19, e a melhor forma é que as pessoas fiquem em casa e, quando necessário sair, adotem as medidas sanitárias recomendadas, como o uso de máscaras”, advertiu o prefeito.
O mesmo decreto ratifica o disposto no decreto municipal 4.806, de abril deste ano, que recomenda o uso de máscaras caseiras à população quando houver necessidade de uso de qualquer meio de transporte compartilhado. As medidas podem ser reavaliadas a qualquer momento, dependendo da evolução epidemiológica em Manaus.
Anteriormente, o prefeito já havia determinado a suspensão temporária da venda da meia-passagem estudantil e a suspensão temporária da gratuidade para pessoas de 60 anos ou mais como forma de inibir o uso desnecessário do transporte coletivo nesse período.

Informação com veracidade é a marca registrada do nosso site 📰

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias