conecte-se conosco
Cursos 24 Horas - Cursos 100% Online com Certificado
-

Denúncia

Moro acusa Bolsonaro de querer obter acesso a processos sigilosos da PF

Publicado

em

Em entrevista polêmica concedida na manhã de hoje (24), Sérgio Moro  fez uma série de revelações, entre elas que Bolsonaro demitiu Maurício Valeixo porque quer interferir em investigações e processos da Polícia Federal.
 
Moro afirmou com todas as letras que o presidente quer colocar no cargo alguém que possa lhe repassar informações privilegiadas e que por lei deveriam ser sigilosas: “O presidente me disse que queria colocar uma pessoa dele, que ele pudesse colher informações, relatórios de inteligência. Realmente, não é papel da PF prestar esse tipo de informação”.
 
Ele explicou que não tem problemas em trocar líderes, mas que a motivação precisaria ser a correta: “O problema não é quem vai, mas por que vai entrar”.
 
O ex-ministro também pontuou que o contrário do que foi divulgado pelo Governo, o delegado da PF do Rio, Maurício Valeixo não pediu exoneração do cargo, mas foi sim retirado por motivos pessoais de Bolsonaro e também, desmentiu que ele próprio teria assinado a exoneração:
 
“Eu fui pego de surpresa com a confirmação da exoneração e não assinei nada”, declarou.
 
Antes de finalizar a coletiva, Moro deixou bem claro que está saindo por não concordar aprovar a conduta ilegal do presidente e por ser fiel a seus princípios:
 
“Eu falei a ele que seria interferência política e ele disse que seria mesmo (…) Não tive outra opção, Tenho que preservar o compromisso que assumi junto  ao próprio presidente de que seríamos firmes no combate a criminalidade”.


Confira na íntegra

Informação com veracidade é a marca registrada do nosso site 📰

Mais notícias