conecte-se conosco
Cursos 24 Horas - Cursos 100% Online com Certificado
-

Famosos

‘Furacão do boi’ Klinger Araújo morre após complicação da Covid-19

Publicado

em

O coração de um dos mais populares artistas de boi bumbá parou nesta terça-feira, (29), por volta de 12h. Klinger Araújo, de 51 anos, morreu em consequência de contaminação do coronavírus (covid-19). Ele estava internado em leito de UTI do hospital Samel desde o dia 13, onde venceu a doença, mas teve complicações renais e não resistiu.

O Furacão do Boi, ou simplesmente Mestre, como tratava as pessoas e como era conhecido entre os amigos, é considerado um dos responsáveis pela explosão da toada de Parintins na década de 1990, em Manaus.

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, em nota, manifestou profundo pesar pelo falecimento do artista amazonense. Klínger Araújo foi um dos artistas mais populares do Amazonas, sendo carinhosamente conhecido como “Furacão do Boi” graças ao trabalho dedicado aos bumbás Garantido, onde iniciou a carreira na década de 1990; e Caprichoso, onde firmou raízes folclóricas e atuou como cantor, instrumentista e backing vocal.

A Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso lamentou profundamente a morte do toadeiro Klinger Araújo, ocorrida nesta terça-feira (29), em Manaus, devido a complicações causadas pelo Coronavírus.

Por volta de 16 hrs o corpo do levantador de toadas chegou ao cemitério Parque Tarumã para o sepultamento.

A informação com veracidade é a marca registrada do nosso site 📰

Mais notícias