conecte-se conosco

Justiça

Líderes envolvidos em chacina no Compaj tem julgamento marcado

Publicado

em

Manaus – A partir da próxima segunda-feira (22), a 2ª Vara do Tribunal de Justiça do Amazonas julgará três acusados de envolvimento em uma chacina ocorrida há 19 anos, no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, que resultou na morte de 12 detentos e um agente penitenciário. O julgamento foi marcado para os dias 22 e 23 de novembro e será feito de forma híbrida (presencial e online).

As sessões terão a participação presencial de um dos três réus, Marcos Paulo, no Fórum de Justiça Ministro Henoch Reis, localizado no bairro de São Francisco, zona Sul de Manaus. Os outros dois, Gelson e Francisco, estão em presídios federais e serão interrogados por meio de uma vídeoconferência.

Os três réus chegaram a ser julgados em uma sessão realizada em 8 de abril de 2011. Gelson foi condenado a 120 anos de prisão, Marcos Paulo a 132 anos e Francisco a 120 anos. A defesa dos três recorreu das sentenças, alegando nulidades processuais, no caso, a quebra de comunicação entre os jurados e foi contra a quantidade da pena aplicada.

Em 2015, os desembargadores anularam o júri popular de Gelson e Marcos, mantendo a condenação de Francisco. No ano seguinte, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que fosse realizada uma nova sessão.

A informação com veracidade é a marca registrada do nosso site 📰

Mais notícias